Home / Noticias / Moçoilo com leucemia ganha lar novidade de funcionários de hospital no PR

Moçoilo com leucemia ganha lar novidade de funcionários de hospital no PR

Uma menino de 11 anos com leucemia denominada uma lar reformada da Prefeitura de São José dos Pinhais (PR), com a ajuda de 40 voluntários e do serviço social do Hospital Oncopediatrico Erastinho, em Curitiba.

“Agora minha lar é novidade, tem um quintal muito grande pra divertir”, disse Michael Cordeiro dos Santos, que produz a doença aos 10 anos, em março de 2020. Com a evolução do quadro, agravada por uma infecção perigosa, a premência de mudar de lar se tornou urgente.

Ana Maria Cordeiro, de 32 anos, mãe dele e de mais quatro filhos, morava em uma residência alugada em São José dos Pinhais, mas as condições de insalubridade do imóvel, porquê a umidade das paredes, prejudicavam o estado de saúde do garoto, que tem a isenção baixa por conta da quimioterapia.

menino - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Imagem: Registro Pessoal

As idas de Michael ao pronto-socorro com queixas de sinusite se frequentes, o que levou o assistente social do hospital Michel Keler, de 26 anos, a fazer uma visitante à lar. “Era de madeira, o revestimento estava caindo; aí foi onde começamos a fazer um relatório para a Secretaria de Habitação do Município informando a situação”, contou Keler, ao UOL.

No início, o órgão reconheceu a urgência e considerou a possibilidade de arcar com o aluguel de uma lar para a família. Mas na mesma idade vagou um imóvel da prefeitura a 11 milhas do hospital que, em seguida, foi ofertado ao paciente.

Equipe com 40 voluntários formar uma casa reformar;  nem todos estão na foto - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal

Equipe com 40 voluntários formar uma lar reformar; nem todos estão na foto

Imagem: Registro pessoal

“A lar ainda precisava de reparos, de uma reforma, portanto criei um grupo no WhatsApp e em torno de 40 pessoas apareceram para ajudar com mutirão de Desentupidora em SJP, doação de móveis, roupas e arrecadamos R $ 3,4 milénio para reformar”, explica o assistente.

Em menos de um mês, uma lar foi entregue à família Cordeiro. “Gratidão pelo que eles fizeram por nós, não íamos conseguir vencer essa luta sozinhos, agradeço muito porque estaríamos no lugar mesmo até agora”, resumiu Ana Maria.

À reportagem, o gerente de Proteção e Serviço Social da Secretária da Habitação, Lucas Rocha, disse que “o ato foi gratificante para uma secretaria. Nós percebemos que o caso de Michael era uma prioridade, se tratava não unicamente de uma moradia, mas de uma vida. “

Porquê a umidade relativa às pessoas com leucemia

Segundo o Diretor Técnico do Erastinho, Dr. Robson Coelho, de 48 anos, a umidade presente na antiga lar de Michael poderia provocar mais crises alérgicas e facilitar a invasão de bactérias.

O paciente que faz tratamento com quimioterapia tem a isenção baixa, e o fungo entra nas vias respiratórias ou por outras vias com facilidade, e vai ocasionar infecção. Essas áreas vão disseminar a infecção no sangue e corre o risco de ocasionar sepse. “

Casa antiga de Michael era feita de madeira e tinha excesso de umidade - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal

Lar antiga de Michael era feita de madeira e tinha excesso de umidade

Imagem: Registro pessoal

Ele acompanhou o processo do garoto de perto. Já no transcurso do tratamento, Michael teve uma infecção fúngica grave, que o deixou em estado gravíssimo de saúde. “Ele pegou esse fungo no final do ano, com quadro de sinusite, mas progrediu rápido, vimos que era fungo e aplicamos antifúngico. Ele estava com o rosto inchado e com febre, correu um grande risco”, conta o gerente do departamento do hospital infantil.

“Quero ser médico”, diz Michael

Em entrevista ao UOL, Michael disse que está feliz com a lar, que agora tem um quintal “muito grande” para divertir e estrutura que traz bem-estar.

Estou muito feliz porque aquela lar me dava muita alergia, prurido, eu espirrava muito. Agora tá formosa, tem um quintal muito grande pra divertir. “

Sobre planos para o porvir, ele comenta: “Quero ser médico. Achei lítico o jeito que me tratam no hospital, me aninam, cuidam de mim”, diz o garoto.

About Pedro Portes

Check Also

Jovem é surpreendido com tiros e morto em São José dos Pinhais

Segundo a mãe, que desabafou a Orquestra B, uma mulher avisa sobre o ocorrido Por …

Call Now Button