Home / Dicas / Paraná confirma mais um caso da versão delta; mulher morava em SJP

Paraná confirma mais um caso da versão delta; mulher morava em SJP

Paraná confirma mais um caso da variante delta; mulher morava em SJP

| Foto: Américo Antonio / SESA

A Secretaria de Saúde do Paraná (Sesa) confirmou nesta quarta-feira (14) o oitavo caso da versão delta no Estado, que é uma cepa considerada de atenção. Trata-se de uma mulher, de 46 anos, moradora de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Ela morreu em 18 de junho. Uma vez que os sete anteriores, nascente caso da versão B.1.617.2 também foi confirmado por sequenciamento genômico realizado pela Instauração Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

A mulher de SJP apresentou sintomas de Covid-19 em 15 de junho, realizou RT-PCR no dia 16 de junho, foi internada, mas, não resistiu, e foi a óbito no dia 18 de junho. Com esse novo caso, são quatro óbitos confirmados de contaminados pela versão. A Regional Metropolitana de Saúde, ligada à Sesa, fará uma investigação epidemiológica dos contatos. Mas, segundo a pasta, ainda não há transmissão comunitária porque os casos são concedidos em cinco municípios diferentes.

A indagação do oitavo acontece no momento em que há uma investigação epidemiológica da versão no Paraná em parceria com o Ministério da Saúde. É provável que haja investigação também sobre São José dos Pinhais. Desde o prelúdios da pandemia 676 foram sequenciadas, sendo 422 para a versão P.1 (Gama, brasileira).

Outros casos

O primeiro caso confirmado da versão delta no Paraná foi em 2 de junho, em Apucarana, em uma mulher de 71 anos. Ela detectou um Covid-19 na segunda quinzena de abril, chegou a ser internada, mas teve subida no início de maio e está muito. Na sequência, outros três casos envolveram pessoas do mesmo grupo familiar ou contatos próximos. O segundo confirmado foi de uma gestante, que teve contato com a filha do primeiro caso. Ela foi a óbito e o bebê, que teve resultado negativo para a Covid-19, está muito. O terceiro, um varão de 74 anos, marido do primeiro caso, também está muito. O quarto caso foi do rebento do primeiro caso, um varão de 58 anos. Ele morreu em maio.

No dia 8 de julho foram confirmados outros três casos. Pela ordem de confirmação: um varão de 60 anos em Francisco Beltrão, que teve subida e está muito; um varão de 28 anos em Mandaguari, que foi a óbito; e uma mulher de 59 anos de Rolândia, que está muito.

link Post Original

About Pedro Portes

Check Also

Conserto de Telhados - Como Consertar Telhados com Vazamento

Conserto de Telhados – Porquê Desentupir Telhados com Vazamento

Desentupidora em SJP São José dos Pinhais Nossos clientes são o mais importante. A Desentupidora …

Call Now Button